(11) 5585-5669 

(13) 4042-0991

  (19) 2042-1052 

(11)98810-8471

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Blog

08 Set

Doenças Cardiovasculares: Conheça as mais comuns, sintomas e dicas de prevenção

Segundo a Organização Mundial da Saúde, são 18 milhões de vítimas anualmente. Deste total, 85% são decorrentes de infartos do miocárdio e de acidentes vasculares cerebrais (AVC). Das 17 milhões de mortes prematuras (pessoas com menos de 70 anos) por doenças crônicas não transmissíveis, 82% acontecem em países em desenvolvimento, com 37% ocorrendo devido a doenças cardiovasculares. Você sabia que as doenças cardiovasculares (DCV), conhecidas popularmente como doenças do coração, são a principal causa de mortes em todo o mundo?

Quais são as doenças cardiovasculares mais comuns?
Dentre as doenças cardiovasculares, o infarto agudo do miocárdio (IAM) é a complicação que mais vitimiza pessoas, entretanto, diversas podem ser as causas de morte devido a complicações dessas.
As principais causas de óbito por DCV, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) são:

1.Doença Cardíaca Coronariana
Ocorre devido a problemas em vasos que irrigam o coração. Inclui o infarto agudo do miocárdio (IAM) e a doença aterosclerótica (placa de gordura nas artérias). O acúmulo de gordura na parede dos vasos já tem início na vida intra uterina, devido a desregulação nos níveis de colesterol, avaliada através do exame de perfil lipídico.

2.Acidente Vascular Cerebral
O Acidente Vascular Cerebral, conhecido como AVC, é a interrupção do suprimento sanguíneo de alguma área do cérebro e pode ocorrer de duas formas: a isquêmica, quando um trombo ou placa de gordura ocluem um vaso, ou a hemorrágica, quando o vaso se rompe e deixa de irrigar a área correspondente.

3.Outras doenças cardíacas
Nesta categoria estão incluídos os tumores cardíacos, os tumores de vasos cerebrais, as doenças do músculo cardíaco e os problemas nas valvas cardíacas.

4.Doença Cardíaca Hipertensiva
Aqui encontra-se as patologias que se desenvolvem em decorrência da pressão alta do paciente e incluem insuficiência cardíaca, cardiomegalia e doença arterial coronariana.

5.Doença Cardíaca Inflamatória
Trata-se da inflamação do músculo cardíaco (miocardite), que pode causar dilatação cardíaca, trombos na parede cardíaca, infiltração das células sanguíneas circulantes, ao redor das coronárias e entre as fibras musculares.

6.Doença Reumática
É causada pela infecção pelo Streptococcus pyogenes Beta-Hemolítico do Grupo A, que, quando não tratada corretamente, pode afetar o músculo e as valvas cardíacos.

Como prevenir as doenças cardiovasculares?
A mudança de hábitos contribui para a prevenção das doenças cardíacas:
1- Vá ao cardiologista e siga as suas orientações;
2- Abandone o tabagismo e a vida sedentária;
3- Inicie alguma atividade física, conforme orientação médica;
4- Caminhe trinta minutos de caminhada, pelo menos três vezes por semana;
5- Mantenha uma alimentação saudável, sem gorduras ou frituras, dando preferência às
carnes brancas;
6- Inclua vegetais, folhas e legumes nas refeições;
7- Troque a sobremesa calórica por uma fruta;
8- Evite o consumo excessivo de açúcar, massas, pães e alimentos industrializados;
9- Restrinja as bebidas alcoólicas.

Quais são os sintomas de Infarto Agudo do Miocárdio?
- Dor ou desconforto no centro do peito;
- Dor ou desconforto nos braços, no ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou costas;
- Além desses, a pessoa também pode apresentar dificuldade para respirar; náuseas e vômitos;
- Sensação de desmaio; sudorese fria; palidez;
- Mulheres apresentam, mais comumente, sinais como: dificuldade para respirar, náuseas, vômitos, dor nas costas e na região da mandíbula.
Em relação ao acidente vascular cerebral, o mais comum sintoma é fraqueza súbita de músculos da face, braço ou perna, ocorrendo, em maior parte, em um lado do corpo.

Outros sintomas incluem:
- Dormência de face, braço ou perna, principalmente em um lado do corpo;
- Confusão e dificuldade de falar ou entender o que é falado;
- Dificuldade de enxergar com um ou ambos os olhos;
- Dificuldade em andar, sonolência e perda de coordenação ou equilíbrio;
- Dor de cabeça severa sem causa conhecida;
- Desmaios ou estado inconsciente.

Exames laboratoriais importantes para a saúde do coração
Existem exames laboratoriais de rotina que devem ser feitos com mais frequência e revelam números importantes para a saúde do seu coração, como a taxas de colesterol, glicemia e triglicérides. Quando não controlados, são considerados fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Valores de referência para Colesterol:
A V Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, recomenda:
- LDL (colesterol ruim) abaixo de 160mg/dl (Desejável: entre 100-129 mg/dl);
- HDL (colesterol bom) maior que 60 mg/dl;
- Colesterol total inferior a 240 mg/dl (Desejável: menor que 200 mg/dl).

Valores de referência para Diabetes:
O nível de glicemia (açúcar) considerado normal é inferior a 99 mg/dl. Pacientes com diabetes tipo 2 não tratada apresentam nível de glicose no sangue em jejum superior a 125 mg/dl.

Valores de referência para Triglicérides:
Um nível alto de triglicérides é sinal de que a sua dieta precisa de atenção, mas também pode indicar um problema hereditário. Geralmente são elevados em pessoas com diabetes mal controlado ou problemas nos rins. Considera-se normal a taxa inferior a 150 mg/dL; alto entre 200 e 499 mg/dL ; e muito alto quando é igual ou superior a 500 mg/dL.

 

Artigo elaborado por Carlos Moro, Consultor Científico de Negócios - Centerlab SP

Gostou do artigo? Aproveite e baixe também nosso e-book sobre doenças cardiovasculares clicando AQUI

 

Confira nosso menu completo de reagentes para diagnóstico de doenças cardiovasculares:

Referências Bibliográficas:

Centerlab Central de Laboratórios Ltda. | Produtos e Equipamentos para Laboratórios

LOCALIZAÇÃO

Rua Ática, 220
     Campo Belo
     São Paulo - SP

CONTATO

 (11) 5585-5669 
(13) 4042-0991
(19) 2042-1052 
(11) 98810-8471

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.